O que dizer de Colossenses 1:16? Seria Jesus próprio Criador?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que dizer de Colossenses 1:16? Seria Jesus próprio Criador?

Mensagem  Admin em Seg Maio 23, 2016 4:28 am

Usando esse verso, muitos concluem que Jesus é criador e preexistente

Uma leitura atenciosa nos confirma que Jesus foi um ser humano como nós
Pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.”
(Colossenses 1:16)

      O verso de imediato começa assim: “Pois nele”. Se existe uma palavra “pois” (gr. οτι), devemos atentar de que o verso explica algo anterior, não pode ser lido isoladamente. Depois de “pois” lemos o “nele” (gr.  εν αυτω) que significa “dentro dele”. Algo aconteceu e a razão disso é que dentro de Cristo foram criadas “todas as coisas no céu e na terra, sejam tronos ou soberanias, visíveis e invisíveis”, “por ele, e para ele”. O que aconteceu?

      Precisamos ler o texto em seu contexto:

Corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência, e longanimidade com gozo;
Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz;
O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;
Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;
O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;
Pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.
Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse,
E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.
A vós também, que noutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora contudo vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para perante ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis:
Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro.”

(Colossenses 1:11-23)

     O assunto tratado não é a primeira [e literal] criação. O assunto é a reconciliação feita em Cristo. Se trata da nova criação.
Sol, estrelas, Terra, Céu, animais, nada foi criado por intermédio de Cristo: Cristo não é criador nem co-criador dessas coisas. Não se imagina, que Paulo tenha pregado a animais e astros (v. 23), mas sim é subentendido que todas as coisas criadas e que receberão pregação de Paulo são pessoas. Da mesma forma que a ordem de Cristo de “pregar o evangelho a toda criatura” não deve ser entendido que astros e animais recebam a pregação.
      “Tudo” e “todos” deve ser interpretado respeitando seu limite. Por exemplo: “José comeu todas as bolachas.” José comeu todas as bolachas que existem? Deve ser analisado o contexto da frase para estabelecer a que se limita esse “tudo” / “todas”. A leitura do verso 20 nos dá ideia desse limite: “E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.” A quem foi dada a paz, na cruz? A todos os povos, na fé nele. No verso 21 Paulo exemplifica os colossenses como sendo um destes povos. Não se trata portanto, da natureza que Deus criara no Gênesis, se trata de uma nova criação que foi feita em Cristo.
      No verso 23 entendemos porque Paulo disse que todas as coisas foram criadas dentro dele: “Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja”
A Igreja é o corpo de Cristo, e nela somos criados, e por razão disso, reconciliados, e ainda por razão disso somos participantes da herança, e ainda mais por razão disso, Cristo é o primeiro criado e superior nessa criação.
      Em todos textos relacionados, podemos ver essa ideia de Paulo, que nunca deixou subentendido que Cristo seria o Criador ou co-criador:

Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. (…)
Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.
Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo.”

(Romanos 5)

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;
Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.”

(II Coríntios 5:17-19)

Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão, nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura.
E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus.”

(Gálatas 6:14-16)

Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras,
as quais Deus preparou para que andássemos nelas.
Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;
Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, (…) e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.”

(Efésios 2)

      As Escrituras devem ser entendidas segundo as próprias Escrituras, não segundo dogmas criados por homens. Basta uma leitura atenciosa ao contexto, ao assunto, a textos relacionados, que entendemos perfeitamente a postura de Paulo: De que em Cristo somos novas criaturas, tudo se fez novo.


Clique aqui para saber mais sobre a reconciliação em Cristo.

Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/05/2016

Ver perfil do usuário http://biblia.forumc.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum