Refutando: "DESFAZENDO A MENTIRA QUE A NOSSA CARNE É O DIABO"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Refutando: "DESFAZENDO A MENTIRA QUE A NOSSA CARNE É O DIABO"

Mensagem  Admin em Seg Maio 23, 2016 8:26 am

Graça e Paz!

     Ficamos felizes com a divulgação do cristianismo, porém, ficamos tristes com o que esse "cristianismo" apresenta.
     Um dos grandes erros que a cristandade comum herdou do mundo infiel é a crença dualista. Crer que o grande deus tem um oponente. Crer que o grande deus não tem total domínio sobre seu próprio reino celestial, contradizendo as Escrituras que afirmam que todos os anjos do reino celestial são obedientes ao supremo.

     A seguir, apresentaremos um artigo escrito por David Bezerra, um divulgador da doutrina cristã.
     Obs.: Vamos resumir o artigo, usando apenas dos trechos mais importantes e compreendíveis por todos leitores. Clique aqui para ver o artigo original, que conta, inclusive, com os textos em hebraico e grego. Nossas refutações estão destacados em azul escuro.

(David Bezerra, no site  próprio)

 Satanás, em hebraico= Hassatan=(o inimigo, o adversário, sendo um ser espiritual, e não um inimigo comum,mas  o que  incita,um irmão a levar o outro ao tribunal,(de Deus e dos homens)ou a ser julgado.)

     Não. "Ha Satan" significa Adversário, correto. As demais definições, de que é um ser espiritual e não um inimigo em comum, é pura dedução predita tua.

 Repare em Jó.1:6 que diz: 6  E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles.NOTA:FILHOS DE DEUS,(BENÊ HA ELOHIM)((BHT) SÃO OS ANJOS,SENÃO DEVERIA TER DITO,FILHOS DOS HOMENS,(BENÊ HA ADAM)(BHT)(NOTA-SE QUE:SATANAS TAMBÉM ERA UM)UM ANJO TANTO ENTROMETIDO,COMO VIMOS NO TEXTO!  O profeta Ezequiel, foi chamado de filho do homem,assim como Cristo Jesus, dando a entender que,no texto de Jô se referia aos anjos, e não ao filho do homem,neste caso,Adão.Veja como Deus chama Ezequiel,emEzequiel.13:17,que diz:17  E tu, ó filho do homem, dirige o teu rosto contra as filhas do teu povo (...)

     Novamente, não. Várias vezes o povo de deus é chamado de "filho de DEUS". Não é porque está escrito sobre "filhos de Deus" que se deve interpretar como sendo anjos. A propósito, novamente, é mera dedução predita, pois nas Escrituras nunca vemos algum contexto onde anjos são chamados de filhos de Deus. É possível, mas não se conhece.

Um ser queixoso e acusador,está em Zacarias 3:1,2 que diz: 1  E ELE mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do SENHOR, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor.2  Mas o SENHOR disse a Satanás: O SENHOR te repreenda, ó Satanás, sim, o SENHOR, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo?Está expressão: ó satanás, é uma interjeição – usado Para chamar alguém, para conciliar –lhe atenção,para invocar,e ainda,para exprimir vários afetos e impressões da alma,exemplo:ajuda-me ó Deus.FONTE:DICIONARIO AURÉLIO.


     Isso não prova nada. Você sabe, não é? Pois assim como "deus" não é nome, "mãe" não é nome, "pai" não é nome, "testemunha" não é nome, "minha defesa" não é nome, muito menos "acusador" ou "adversário" (haSatan) será nome. A tradução (coisa que não houve) da expressão seria: "Iavé te repreenda, ó ADVERSÁRIO, sim (...)" Então não pode provar absolutamente nada.



PAULO DISSE EM 2 CORINTIOS.11:14,QUE DIZ:14 E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.  Transfigurar no Aurélio: 1.Mudar a figura, feição ou caráter de; transformar, 2.Dar uma idéia falsa de; alterar, 3.Converter, mudar, transformar: 4.Mudar de figura; transformar-se, transfazer-se.
   PAULO, SABIA COMO ERA A COR, E O  ASPECTO DO INIMIGO.E QUE ELE NÃO TINHA MAIS NENHUMA LUZ,NEM SUA VESTE ERA MAIS RESPLANDESCENTE.
     Está apelando demais. Como assim, comparar "tição tirado do fogo" com "adversário" que se "transfigura em mensageiro da luz"?
     Primeiro, que o adversário da qual Paulo se referia eram os judaizantes que se transfiguravam em apóstolos verdadeiros. Ele não falava de algum anjo que perdeu a "luz" e poderia adquirir uma falsa "luz" a qualquer momento não.
     Segundo, que o "tição tirado do fogo" é Jerusalém e não haSatan. Jerusalém que acabava de sair do cativeiro, e estava a construir um novo templo. Mas, alguns inimigos dos judeus, como dito em Esdras 5 começaram a queixar ao rei Dario sobre isso, tentando impedir.

Satanás foi criado para um propósito,veja em Isaias.54:16 que diz:16  Eis que eu criei o ferreiro, que assopra as brasas no fogo, e que produz a ferramenta para a sua obra; também criei o assolador, para destruir.
     Quando me provar de que ESTE assolador é Lúcifer (ou algo "assim"), vou ter o que refutar.

Agora repare como ele é chamado em Apocalipse.9:11 que diz:  11  E tinham sobre si rei,(satanás) o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom.que quer dizer,nas duas línguas Destruidor.
     Quando me provar que este anjo do abismo é Lucífer (ou algo "assim"), vou ter o que refutar. Mas, é impossível refutar meras opiniões.

(Depois disso, o artigo começa a fazer confusão de palavras, troca "inimigo" por "adversário", que mesmo tendo mesmo significado pode ter traduções diferentes, tanto no grego como no hebraico, a seguir, lemos o texto seguinte)


O IMPERIO DA MORTE  Dizem que o diabo não existe, baseado em Hebreus.2:14,que diz:
14  E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo.  Nestes  versículos,podemos notar que,o opositor tinha um império chamado  morte,no qual foi destruído pela morte de Cristo na cruz,é bom notar que,o opositor,ou inimigo tinha uma força ao seu favor,e deixou espiritualmente de agir daquela forma,sabe que força era esta que ele, atuava? a resposta está em 1Corintios.15:55.56,que diz:
55  Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?56  Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.  No dicionário a palavra, aguilhão também pode ser chamado de: ponta aguçada,bico,dardo,ferrão.  No qual foi perguntado a morte,onde está o teu aguilhão o que foi feito dele? A resposta está no próprio Hebreus2:15ao18,que diz:
  15  E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.16  Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão.17  Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo. 18  Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.

     Você acabou de mostrar que este diabo não é Lúcifer. Percebeu?
O erro cruel que você comete só está na interpretação semântica de Hebreus 2:14. Este verso não diz que Jesus acabou com o império da morte, ou com a duração deste império, ou com o cargo do imperador, mas ele aniquilou o próprio imperador. Quem tem o império da morte, como VOCÊ MESMO disse, é o PECADO. Logo, esse "diabo" não pode ser lúcifer, mas o pecado.

Outra evidencia está em Efésios.6:12 que diz: 12  Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.
     Se você analisar TODO CONTEXTO de Efésios, irá perceber que "regiões celestiais" não é necessariamente a física ou espiritual, mas sim algo figurativo. Este mesmo Paulo diz que ESTAMOS (presente, do tempo dele) nas REGIÕES CELESTIAIS. E aí? Seria mesmo as regiões celestiais literalmente? Claro que não. Regiões celestiais muitas vezes nas Escrituras é uma figura que ilustra uma posição que é difícil de chegarmos.
Estas hostes (exércitos) espirituais da maldade, é o governo imperial político-religioso que se exercia em Roma, que era o principal perseguidor dos cristãos. Ele apenas alerta que a luta dos cristãos não deveriam ser de  carne e sangue, mas uma luta espiritual, figurativa, em prol ao evangelho. No mesmo CONTEXTO ele cita vários elementos, armas e armaduras, que devemos usar nessa luta, e tudo evidencia que se refere à incessante pregação do evangelho.

  Mateus4:1 diz:1  ENTÃO foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.  Repare que a expressão Espírito, começa com a letra maiúscula,se referindo ao Espírito de Deus,na visão dos salvos sempre salvos,dizem que Jesus não foi tentado pelo diabo,e sim pela carne,no decorrer destas passagens,iremos provar que,Jesus foi tentado na carne,e não pela carne.
     Opa! Eis a falta de conhecimento do meu caro autor David em evidência. Confira no grego original se esse "espírito" se inicia com letra maiúscula por favor.

  Mateus.4:5 diz: 5  Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo.  Análise comigo,que no verciculo1,que não foi a carne de Jesus que o levou ao deserto,e sim o Espírito de Deus,a carne é uma matéria fraca,dita pelo próprio Jesus em Mateus.26:41 que diz:41  Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.  Ela não teria poder de auto se transportar, e ainda levar a Jesus ao ponto mais alto do templo,se vocês do sss,acham que não é assim,você teria poder de se auto transportar?ah não! então meu caro amigo,foi o anjo do abismo (satanás) que o transportou.

     Como assim, Jesus não foi em carne para o deserto? Então como que teve fome? Espírito tem fome? Ele morreu? Foi em sonho? Não estou entendendo...
     E você disse que se eu não tenho poder para me teletransportar, logo, o tentador de Jesus é o anjo do abismo. Da onde você tirou essa informação? Não passa de dedução predita.

 8  Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.  A pergunta é ,a carne tem as glorias dos reinos?
     Existe algum monte onde é possível ver TODOS OS REINOS DO MUNDO?
Não! Não existe!
     A tentação de Jesus era só uma parábola, não foi literal, afinal, NINGUÉM ESTAVA NO DESERTO A NÃO SER JESUS. E foi no deserto que ele PERMANECEU (ele não foi transportado para local algum) durante os 40 dias. Foi o próprio Jesus que teve de contar aos autores dos evangelhos, e como sempre, contou por parábola.

Aqui termina a pequena refutação que fazemos ao artigo do irmão David Bezerra. Fiquem na graça e paz do rei.


Autenticismo na Web | A Verdade tem de ser dita

Admin
Admin

Mensagens : 79
Data de inscrição : 22/05/2016

Ver perfil do usuário http://biblia.forumc.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum